Começa em Goiás a campanha de vacinação contra a gripe

0

Goiânia – Começa nesta segunda-feira (23/3) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A data foi antecipada pelo Ministério da Saúde como forma de proteger a população, em especial os grupos prioritários, da enfermidade. Só em Goiás, integram esses grupos prioritários mais de 2,1 milhões de pessoas. A meta da campanha é vacinar pelo menos 90% desse contingente no Estado, o equivalente a mais de 1,8 milhão de pessoas.

Por recomendação do ministério, a vacinação será realizada em fases, cada uma relativa a grupos prioritários diferentes. Os primeiros grupos a serem vacinados, a partir desta segunda-feira, serão os idosos (60 anos ou mais) e os trabalhadores da saúde.

Em todo o Estado serão instalados 907 postos fixos para a realização da vacinação. Cerca de 1,8 mil profissionais vão atuar na campanha. O ministério enviará, ao longo de toda a campanha, 2.364.400 doses da vacina trivalente (que protege contra os vírus A/H1N1, A/H2N3 e B ). A gerente de Imunização da SES-GO, Joice Dorneles, explica que para se vacinar é imprescindível a apresentação do documento pessoal e cartão de vacinação para as pessoas que integram todos os grupos prioritários.

Calendário
A segunda fase da vacinação, que tem início em 16 de abril, é direcionada aos professores de escolas públicas e privadas, aos profissionais das forças de segurança e salvamento e às pessoas que vivem com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

O Dia D da campanha, no qual podem ser vacinados os integrantes de todos os grupos, ocorrerá no dia 9 de maio. Nessa data, os postos de vacinação de todo o Estado funcionarão das 8 horas às 17 horas.

Na terceira e última etapa da campanha, prevista para ocorrer a partir de 9 de maio, serão vacinadas crianças de 6 meses a 5 anos de idade, gestantes, puérperas (mulheres de até 45 dias após o parto), adultos de 55 a 59 anos de idade, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Comprovação
Além da identidade (RG) e cartão de vacinação, os integrantes dos grupos prioritários devem apresentar outros documentos. As puérperas devem apresentar atestado que comprove a sua condição, como a certidão de nascimento do filho ou o cartão de gestante. Já os professores, trabalhadores da saúde e profissionais das forças de segurança e salvamento, devem apresentar documento pessoal e documento que comprove vínculo ou categoria profissional, como o contracheque ou o crachá.

https://www.aredacao.com.br/vida-e-saude/131383/comeca-em-goias-a-campanha-de-vacinacao-contra-a-gripe

Share.

About Author

Comments are closed.