Garçonete era repreendida diariamente por cliente, mas ele deixou herança para ela após sua morte

0

A maioria das pessoas concorda, não há nada como uma refeição caseira. Ainda assim, ir a um restaurante também pode ser um mimo divertido, de vez em quando. Das sobremesas deliciosas aos garçons que recolhem os pratos sujos, é simplesmente fantástico! Além disso, é uma ótima alternativa para quem não sabe se gosta ou não de cozinhar as suas próprias refeições.

No entanto, ainda que ir a uma hamburgueria local seja divertido para nós, é um trabalho árduo para os cozinheiros, gerentes e garçonetes, como Melina Salazar, do Texas. Ao longo dos seus anos como garçonete, Salazar aprendeu a lidar com situações difíceis juntamente com clientes ainda mais difíceis. Mas alguns clientes são mais difíceis do que outros, como Buck, um veterano da Segunda Guerra Mundial que parecia odiar tudo à sua volta. No final, porém, Buck mudaria a vida de Salazar para sempre.

1. Amando o Seu Trabalho
Melina Salazar era uma mulher de meia-idade que trabalhava como garçonete no Luby’s, um restaurante estilo cafeteria, no Texas. Enquanto a maioria não considera “garçonete” um emprego dos sonhos, Salazar se sentiu diferente. Ao longo dos anos, Salazar aprendeu a amar o seu trabalho e tornou-se incrivelmente boa nisso. Sem dúvida, ela era uma das melhores garçonetes do lugar, se não a melhor.
Salazar sempre se concentrou no excelente atendimento ao cliente, tratando cada um com respeito e simpatia, por mais difícil que fosse o seu comportamento. De acordo com os seus colegas de trabalho, ela está sempre sorrindo e tentando animar a todos. Mas, ao se distinguir do resto do pessoal, Salazar também se abriu para o seu desafio mais difícil até agora…

2. Ótimo Atendimento ao Cliente
Por causa de sua ótima postura com cada cliente e seu atendimento rápido – especialmente para aqueles que eram exigentes – uma gerente atribuiu a Salazar uma posição especial: ela lidaria com os clientes mais exigentes da Luby’s. A maioria de nós odiaria este trabalho. Mas, é claro, Salazar não teve problemas em cumprir seus deveres, querendo tratar a todos com respeito.

Especificamente, um cliente em particular agiu grosseiramente que as outras garçonetes nunca quiseram atender seu pedido, a menos que não tivessem outra opção. Para ser sincero, Salazar não achou particularmente fácil lidar com este cliente. Na verdade, ele foi um dos clientes mais problemáticos com quem ela já lidou em toda a sua carreira. No entanto, Salazar tinha as suas razões pelas quais decidiu continuar a servi-lo.

3. O Cliente Mais Exigente
Walter “Buck” Swords, de 89 anos e veterano da Segunda Guerra Mundial, era o cliente habitual que o pessoal da Luby’s queria evitar tanto quanto o possível. De acordo com a maioria, ele tinha um temperamento curto e uma personalidade muito menos agradável. Você pode ver por que a equipe do Luby’s o evitou.

Ao longo dos anos, ele construiu uma grande reputação entre os garçons e garçonetes. Ele não só tinha um temperamento curto, mas também ia almoçar todos os dias no Luby’s! Infelizmente, a sua reputação levou a melhor. Com o tempo, ninguém queria servi-lo, ninguém além de Salazar. Felizmente, ela sempre se sentiu confortável para servir Buck.

4. Encontrando Falhas
Embora todos conheçam alguém rabugento, Buck chegava ao extremo. Sempre que entrava no restaurante, ninguém sabia o que esperar. Não importava a qualidade da comida ou a hora do dia, ele sempre encontrava algo para reclamar.

Buck não gostava de ficar esperando, por isso muitas vezes ficava impaciente e rabugento com seus pedidos. Na verdade, de acordo com Salazar, ele às vezes até “xingava os funcionários”. Chegou ao ponto em que até mesmo as garçonetes mais experientes do restaurante se cansaram, pouco a pouco, de suas exigências absurdas. No entanto, ao contrário do resto do pessoal, Salazar sempre adorou o desafio e esperava alegremente na sua mesa, com um sorriso brilhante.

5. Respeito Vem Primeiro
Como Melina Salazar servia continuamente a Buck, enquanto outros não conseguiam? Bem, apesar de sua reputação rabugenta, Salazar sempre acreditou que a chave para o sucesso do atendimento ao cliente é o respeito. Mesmo assim, como todos os outros que trabalhavam na Luby’s, até mesmo ela teve alguns problemas com o cliente infame.

Na verdade, nas primeiras vezes em que serviu Buck, Salazar admitiu que estava à beira de perder o seu comportamento calmo. No entanto, Buck ganhou um ponto fraco em seu coração. Com o tempo, ela tinha crescido e se preocupado muito com o idoso mal-humorado. Mal sabia ela que Buck tinha uma surpresa especial para ela…

6. A Garçonete Mais Especial
Com o tempo, Buck, de 89 anos, ficou tão mal-humorado que todos os outros ficaram indiferentes a ele. Assim, Salazar tornou-se sua garçonete principal, servindo-o quase todas as vezes que ele entrava. Salazar não se importava com seu temperamento nem com as coisas que ele dizia. Ela só o via como qualquer outro cliente ou uma pessoa idosa que precisasse de ajuda.

Fora um pedido urgente de um gerente ou outro cliente, Salazar não ficava parada observando Buck sentado sem que ninguém atendesse ao seu pedido. Para ela, Buck era apenas uma pessoa que estava lá para obter o melhor serviço possível. Não há espaço para dúvidas: ela era a sua garçonete número um.

7. Um Pedido Especial
Embora Buck não gostasse de muitas coisas, ele adorava uma coisa: o menu do Luby. No entanto, ele tinha um pedido rigoroso e raro. Seja o que for que o veterano da Segunda Guerra Mundial pedia, ele queria que fosse servido quente! Na verdade, Salazar disse que ele até gostou quando “queimou o céu da boca”.

Depois de o servir quase todos os dias durante sete anos, Salazar aprendeu precisamente como Buck gostava da sua comida. Afinal, ela realmente queria corresponder às expectativas de Buck. Assim, Salazar serviu a Buck o seu pedido exatamente como ele gostava. Ela sempre se esforçou ao máximo para que ele ficasse feliz, embora não fosse fácil.

8. Os Tempos Mudam
Com o tempo, sete anos, as coisas melhoraram lentamente. Salazar chegou a um ponto em que não só trabalhou arduamente para aperfeiçoar a comida de Buck, como também o servia com um sorriso. Uma pessoa naturalmente gentil, a garçonete sempre tentava iniciar uma conversa perguntando ao homem mal-humorado como o seu dia tinha ido até então.

Enquanto isso, a equipe do restaurante ficava imaginando como ela conseguia fazer uma cara feliz todos os dias e lidar com o cliente mais rabugento. No entanto, Salazar recebia Buck todos os dias com entusiasmo. Ela já não o via mais como todos viam. Às vezes, não muito frequentemente, ela até conseguia tirar um sorriso dele.

9. Um Dia Atípico
Enquanto Melina Salazar e Buck vão se conhecendo, o tempo passava. Durante sete anos seguidos, os garçons chegaram e saíram, os cozinheiros fizeram a comida e Buck chegou no mesmo horário para a sua refeição diária. Para o bem ou para o mal, ele tinha sido uma figura proeminente no Luby’s por causa de sua personalidade “colorida”.

É claro que, como em todos os restaurantes, Luby tinha muitos clientes habituais. No entanto, Buck tinha se destacado dos outros. Então, naquele dia em que ele não apareceu, mesmo aqueles garçons que não gostavam dele notaram sua ausência e começaram a se perguntar. Mesmo assim, nenhum deles parecia muito preocupado. Bem, exceto por Salazar…

10. Preocupações Aparecem
Durante sete anos, Salazar se acostumou a ver Buck todos os dias. Como todos os seus clientes habituais, ela estava ansiosa por servi-lo! Então, naturalmente, Salazar sabia a hora em que iria aparecer, sabendo que nunca se atrasaria. O dia continuava a passar, sem nenhum sinal de Buck. Salazar estava se perguntando se algo poderia ter dado errado.

Apesar da sua idade, Buck parecia saudável e enérgico. Afinal, ele precisava de energia para alimentar esse temperamento! No entanto, Salazar não conseguia deixar de ter pensamentos devastadores. Então, ela tentou apagar todos os pensamentos negativos. Embora se sentisse genuinamente preocupada com Buck, ela ainda tinha um emprego como garçonete.

11. Ausência Notável
Passou mais um dia, e ainda não havia nenhum sinal de Buck. Ele nunca faltou um único dia, mas ninguém, a não ser uma pessoa, parecia sentir muito a sua falta. Salazar pensou que poderia estar se sentindo um pouco mal e precisou de alguns dias para descansar. No entanto, não havia como a garçonete carinhosa saber do estado de Buck.

Enquanto isso, seus colegas de trabalho começaram a zombar constantemente com Buck, perguntando se ela tinha saudades de seu cliente de temperamento curto. Salazar apenas riu deles e permaneceu confiante de que o teriam de volta em pouco tempo. A garçonete não tinha ideia do que o futuro reservava para ela e para Buck…

12. Dias Se Tornaram Semanas
Logo os dias se transformaram em uma semana, e Salazar não podia deixar de se perguntar o que havia acontecido com o seu cliente habitual. Mesmo assim, a garçonete não tinha como chegar até ele, nem sabia por onde começar. Salazar havia aprendido muito sobre Buck; acima de tudo, sabia que ele apreciava a sua privacidade.

Nem uma única vez ele havia falado sobre a sua vida pessoal, com ninguém. Salazar havia sido a sua garçonete número um por quase uma década, e nunca lhe disse nada sobre a sua vida. Ela resignou-se a não saber e continuou com a sua vida, servindo ao seu cliente como sempre o fez. Entretanto, Salazar logo faria uma descoberta que se transformaria para sempre…

13. Uma Descoberta Desagradável
Dependendo de onde você mora, você pode não saber que Luby’s é um restaurante muito popular no Texas. Assim, com tantos clientes para atender, Salazar eventualmente esqueceu-se de Buck. Então, do nada, a garçonete descobriu algo em um jornal local. Ainda mais estranho, ela se sentiu tentada a pegá-lo, sem procurar nada em particular.

Lá, Salazar viu algo escrito na página do obituário que imediatamente chamou sua atenção. Num instante, ela descobriu a razão pela qual Buck não tinha voltado ao restaurante. Infelizmente, foi porque ele tinha falecido. Salazar começou a se sentir muito desconcertada, incapaz de acreditar no que lia no jornal.

14. Emoções à Flor da Pele
Durante o tempo em que estiveram juntos, Salazar tinha aprendido a valorizar o seu cliente mal-humorado. Durante algum tempo, depois de ler o seu obituário, a garçonete não conseguiu se recompor para emitir som algum. Ela apenas ficou ali sem palavras, olhando para os detalhes escritos na página do obituário enquanto a tristeza enchia seu coração.

É claro que Salazar ficou surpresa com a forma como reagiu à triste notícia. A garçonete nunca esperou se sentir assim. Salazar não podia acreditar no súbito sentimento de tristeza e perda que lhe agarrou o coração. Enquanto os outros servidores agiam como se nada tivesse acontecido, Salazar não podia deixar de sentir o coração partido. Ela nunca mais voltaria a ver um dos seus clientes favoritos.

15. Luto
Os colegas de trabalho de Salazar não conseguiam entender a razão de sua tristeza. Afinal, ela podia contar o número de vezes que Buck sorriu para ela com ambas as mãos; se você pode chamar de sorriso o leve contrair de boca dele. No entanto, a garçonete tinha encontrado um lugar especial no coração dela para ele.

Salazar teve dificuldade em entender por que ela sentia dor, sabendo que nunca mais o serviria. Assim, a garçonete fez a única coisa em que podia pensar: enviou uma oração ao seu cliente predileto. Ao fazer isso, Salazar esperava encontrar seu caminho para descansar em paz.

16. A Vida Continua
Apesar da perda de um cliente regular, a Luby’s continuou a operar diariamente. Eles tinham que seguir em frente, pois havia muitos outros clientes que tinham que atender. Quanto ao resto da equipe de funcionários, eles estavam completamente alheios. Eles não pareciam se importar que Buck não fosse mais ao seu belo estabelecimento.

Alguns deles até estavam gratos por não terem de olhar mais para a cara mal-humorada de Buck. Eles se sentiam felizes por ele não zombar mais deles ou xingá-los. Para o resto do Texas, o mundo não parou; no entanto, para Salazar, parecia que sim.

17. Sentimento de Vazio
Depois da morte de Buck, Salazar sentiu um sentimento vazio dentro de si. A garçonete muitas vezes se via olhando para a porta, esperando que Buck entrasse por ela. Infelizmente, ele nunca o faria. Mesmo que ela não soubesse muito sobre sua vida, apenas saber que Buck serviu durante a Segunda Guerra Mundial foi suficiente para ganhar o respeito de Salazar.

Baseado no que ela aprendeu com amigos e familiares, Salazar sabia o que os soldados tinham passado para preservar a liberdade das pessoas. Seu serviço significava que ele já tinha passado por muito, e Salazar só queria tornar sua vida melhor. No entanto, era hora de seguir em frente. Até que o telefone de Salazar tocou…

18. Um Telefonema Inesperado
Depois de um tempo, a vida cotidiana de Salazar começou a voltar ao normal. Ela fez as pazes com o falecimento de Buck e começou a prestar um excelente serviço mais uma vez. Então, um dia, a garçonete recebeu um telefonema inesperado de alguém que ela não conhecia.

Salazar estava no seu intervalo quando a chamada chegou, então ela atendeu. Do outro lado da linha, um advogado que parecia aborrecido perguntou por ela, pelo nome. Depois disso, o advogado disse algo que fez o coração dela parar por um segundo. Ela não conseguia engolir a ideia, pensando que devia ser um erro ou talvez uma piada maldosa. No entanto, o advogado logo confirmou sua identidade e a legitimidade do que disse a Salazar…

19. A Vontade de Buck
No início, Salazar não conseguia entender o que o advogado dizia. Ela entendeu as palavras, mas não o contexto. O advogado revelou que ele era o advogado do falecido Walter “Buck” Swords. Então, ele continuou a dizer a ela que Buck a tinha incluído em seu último testamento. Ele perguntou se eles poderiam se encontrar amanhã, para rever a herança. Salazar ficou atordoada, tentando processar todas as informações, mas concordou.

O velhinho tinha uma surpresa muito especial para a garçonete que esteve lá com um sorriso nos últimos sete anos de sua vida. Mesmo assim, depois da chamada, Salazar não conseguiu explicar o que ela sentia. Que diabos poderia Buck ter deixado a ela? Mais importante, por que ela?

20. Por que eu?
Depois de seu turno no restaurante, Salazar só queria voltar para casa e pensar em Buck. O advogado estaria lá no dia seguinte, terminando os processos necessários. Mesmo assim, enquanto trabalhava, ela não conseguia deixar de se perguntar porque é que Buck a tinha escolhido para fazer parte do seu testamento. O que a diferencia de seus amigos e familiares?

Durante todo o seu tempo juntos, Buck nunca foi gentil com ela ou nunca mostrou qualquer interesse por ela, muito menos por sua vida. No entanto, ele a tinha incluído em seu último testamento. Assim, Salazar começou a contemplar todas as lembranças que tinha de Walter “Buck” Swords, buscando respostas.

21. Recuperando Memórias
Antes de adormecer naquela noite, Salazar trouxe de volta todas as lembranças que tinha de seu cliente mal-humorado. Ela se lembrou de como Buck nunca teve palavras amáveis para ela e para os outros. No entanto, ela tinha aprendido como se adaptar à sua natureza irritadiça. A garçonete tinha até aprendido a cuidar do velhinho!

Salazar estava cheia de compaixão por ele, junto com uma quantidade incrível de respeito por sua profissão e seu passado. No entanto, nenhuma vez ela se sentiu valorizada ou achou que Buck notou o quanto ela tentou fazê-lo feliz. Ela logo saberia o quanto Buck realmente apreciava seus esforços…

22. Um Grande Presente
Todos os clientes e outros garçons sabiam do incrível atendimento ao cliente do Salazar. Ela fez um ótimo trabalho sem esperar nada em troca dos clientes do restaurante, e muito menos de todos, Buck. Essa é a razão pela qual, quando o advogado a chamou, ela ficou tão surpreendida, para dizer o mínimo.

No dia seguinte, como ele disse, o advogado de Buck apareceu na porta dela para discutir os detalhes do último testamento de Buck com ela. Uma vez lá dentro, ele revelou exatamente o que Buck tinha deixado para ela. No final, o veterano deixou para a garçonete seu carro favorito e $50.000! Ela não podia acreditar que Buck tinha deixado para ela esse presente incrível, de todas as pessoas do mundo, ele a escolheu.

23. Assegurando o Futuro
Pensando à frente, Buck esperava que Salazar não aceitasse o presente imediatamente. Então, ele fez um pedido firme ao seu advogado para garantir que Salazar finalmente recebesse seu presente. Como Buck previu, Salazar estava tendo dificuldade em decidir se ela deveria ou não aceitar o presente dele.

O advogado disse a Salazar que Buck ficaria feliz e descansaria em paz, sabendo que ele havia pelo menos melhorado a vida dela. Foi um ato inesperado de apreço que Salazar valorizou profundamente. Depois de algum pensamento difícil, ela decidiu cooperar com o advogado de Buck e respeitar os desejos finais do idoso.


24. Uma Garçonete Incrivelmente Grata
Salazar estava extremamente grata pelo ato de apreço de Buck por ela. Ela acredita que nenhuma quantia de dinheiro pode igualar a compaixão e bondade de um humano por outro. Além disso, ela ama seu trabalho e trataria qualquer cliente da mesma maneira que tratou Buck.

No fim, todos aqueles anos de esforço finalmente valeram a pena, embora Salazar não estivesse à espera deste presente. Para ela, um simples ato de gratidão é mais do que suficiente para fazê-la sentir que seu trabalho vale a pena. Enquanto ela continuar a trabalhar, ela continuará tendo o mesmo sorriso no rosto tratando as pessoas da maneira que ela gostaria que as pessoas a tratassem.

25. As Aparências Enganam
Além de ser grata, Salazar também aprendeu uma lição valiosa a que se agarrará para o resto de sua vida: as aparências podem enganar. Não é porque uma pessoa pareça estar zangada e com a cabeça quente o tempo todo que isso significa que esqueceu as virtudes simples da vida. Buck é o melhor exemplo para a garçonete.

Depois disso, Salazar prometeu a si mesma que continuará a ser alegre e prestativa, sem esperar nada em troca. Quanto ao presente, Salazar está ciente de que deve usá-lo sabiamente para que possa estender a generosidade de Buck a outras pessoas necessitadas.

Garçonete era repreendida diariamente por cliente, mas ele deixou herança para ela após sua morte

Share.

About Author

Comments are closed.