Sem festa de São João por causa da pandemia, integrantes de quadrilhas juninas recebem doações

0

Três toneladas de alimentos foram arrecadadas e distribuídas para quem trabalha nas quadrilhas e nas festas juninas. Materiais de limpeza também foram doados.

Por Beatriz Castro, TV Globo

Época da festa de São João, o mês de junho de 2020 fica sem os espetáculos das quadrilhas juninas devido à pandemia do novo coronavírus. E isso afeta pessoas que não só amam os festejos como também precisam deles para sobreviver. Para ajudá-las, foi criada a campanha Pau de Arara, que faz doações a integrantes dos grupos e profissionais envolvidos nas apresentações em Pernambuco

A ideia surgiu a partir da Federação de Quadrilhas Juninas e Similares de Pernambuco (Fequajupe). Com a ajuda de voluntários, foram arrecadadas três toneladas de alimentos, o que gerou a distribuição de 300 cestas básicas. Além disso, também foram doados materiais de limpeza.

Segundo a presidente da Fequajupe, Michelly Miguel, toda a cadeia produtiva do movimento junino foi prejudicada com a proibição de aglomerações devido ao avanço da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

“Desde costureira a maquiador, cabeleireiro, serralheiro e marceneiro, a quem trabalha com sublimação de tecidos e camisas. Além da movimentação de renda no município, pois não tem compras. Hoje, creio que passa de 10 mil pessoas no estado todo”, disse a presidente da Fequajupe.

A costureira Ivanize Gomes de Andrade foi uma das beneficiadas com a campanha. Desempregada, ela dança na quadrilha Lumiar e vive com dois filhos no bairro de Campo Grande, na Zona Norte do Recife.

“Os dias estão um pouco difíceis. Acho uma coisa muito boa porque, como eu, muita gente também deve estar precisando. E, para a gente que dança quadrilha, é um pouco puxado. Como o ciclo junino está parado, chega numa boa hora”, afirmou.

Dançarina profissional, Letícia Ferreira também recebeu doações da campanha Pau de Arara e falou sobre a dor de não ter o São João neste ano.

“Vai ser bem difícil porque vou ter que ficar trancada em casa, só vivendo de lembranças. É difícil saber que não vai ter o São João para você sair por aí com uma bolsa grande nas costas. Sem a minha quadrilha Raio de Sol para gritar o nome dela por aí. É uma dor diferente. A da pandemia também é muito extensa, mas a da quadrilha é diferente”, contou a dançarina.
O desafio da iniciativa é arrecadar 500 cestas básicas para distribuir aos componentes das quadrilhas juninas de várias cidades do estado. Para isso, precisa de mais contribuições, que podem ser feitas através do número disponibilizado pela Fequajupe para arrecadar doações: (81) 98754-5173.

“[Tiramos] Forças no amor que temos pelo movimento. Tem pessoas de bom coração que apoiam e ajudam, e estamos conseguindo passar por essa situação”, declarou Michelly Miguel.

Covid-19 em Pernambuco

Após quatro dias com redução no número de casos da Covid-19, Pernambuco registrou mais 1.065 pacientes com a doença causada pelo novo coronavírus, chegando a 29.919 confirmações nesta quarta-feira (27). Com mais 140 óbitos, o total de mortes no estado relacionados à doença aumentou para 2.468. Esse foi o maior número de óbitos em 24 horas desde o começo da pandemia, em março.

https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2020/05/27/sem-festa-de-sao-joao-por-causa-da-pandemia-integrantes-de-quadrilhas-juninas-recebem-doacoes.ghtml

Share.

About Author

Comments are closed.