UFG oferece rede de laboratórios para ajudar a realizar testes de coronavírus em Goiânia

0

Instituição ofereceu a estrutura, mas depende do repasse dos insumos necessários para fazer o diagnóstico. Caso parceria seja estabelecida, universidade espera realizar 7 mil exames por mês.

Por Jamyle Amoury*, G1 GO

A Universidade Federal de Goiás (UFG) ofereceu a rede de laboratórios de análise e pesquisa da instituição para ajudar no diagnóstico de casos de Covid-19, em Goiânia. Se receber os insumos necessários para os exames, como reagentes e material químico, a entidade esperar entregar 7 mil resultados por mês.

De acordo com a UFG, a proposta de parceria foi apresentada para a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS). “Em um primeiro momento, a ideia é que a rede de laboratórios da UFG priorize exames específicos com profissionais da saúde”, explicou o diretor do IPTSP, José Clecildo Barreto Bezerra.

A assessoria de comunicação da SMS afirmou que ainda está em negociação com a UFG e, por isto, não tem como dar mais informações sobre o serviço.

A proposta da UFG é que os materiais biológicos sejam coletados em hospitais públicos e Centros de Atendimento Integral à Saúde (Cais). Em seguida, eles seriam enviados a laboratórios de análise da UFG localizados em Goiânia: Laboratório Rômulo Rocha, Laboratório Margarida Dobler Komma e Laboratório de Análises Clínicas e Ensino em Saúde.

A equipe que integra a rede de pesquisa é formada por voluntários de cinco entidades da Universidade Federal de Goiás: o Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP), Instituto de Ciências Biológicas (ICB), Faculdade de Farmácia (FF), Escola de Agronomia (EA) e Escola de Veterinária e Zootecnia (EVZ).

*Jamyle Amoury é integrante do programa de estágio entre TV Anhanguera e Faculdade Sul Americana (Fasam), sob orientação de Elisângela Nascimento.

Share.

About Author

Comments are closed.